Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

UMA SAÍDA NADA POÉTICA Ministro do GSI cai e cria “sinuca de bico” para Ministro A. Morais

Imagens mostram o General entre os extremistas que destruíram os três poderes em 8 de Janeiro

O ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Marco Gonçalves Dias, deixou o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) depois de aparecer em imagens divulgadas pela CNN Brasil durante os atos extremistas do 8 de Janeiro. As imagens das câmeras de segurança do Palácio do Planalto mostram o general da reserva entre os extremistas envolvidos nos atos de depredação nos prédios dos Três Poderes.

Nas imagens, é possível visualizar o ministro caminhando sozinho pelo andar e tentando abrir algumas portas. Em seguida, Dias se dirige ao corredor e entra no gabinete presidencial. Depois, o ministro aparece no mesmo corredor, acompanhado de invasores e aparenta indicar o local para escadas do prédio. Pouco tempo depois, integrantes do GSI aparecem e ajudam na orientação.

Veja as imagens:

Reprodução/Twitter

O ministro Gonçalves Dias durante a invasão do Palácio do Planalto, em 8 de janeiro

Reprodução/Twitter

O ministro Gonçalves Dias durante a invasão do Palácio do Planalto, em 8 de janeiro

Reprodução/Twitter

Ministro Gonçalves Dias (GSI) abre porta para extremistas passarem

Reprodução/Twitter

Ministro Gonçalves Dias (GSI) indica saída para extremistas deixarem o prédio

Reprodução/Twitter

Gonçalves Dias depois de indicar saída a extremistas

Ministro Gonçalves Dias (GSI) chega no 3º andar do Planalto

Além de Dias, as imagens também mostram um suposto integrante do GSI, que, segundo a CNN, seria um capitão, caminhando próximo aos invasores. Em um momento, ele circula próximo aos extremistas e chega a cumprimentá-los.

LEIA TAMBÉM:

INDIGNADO Adriano Galdino apresenta voto de repúdio contra desembargador do Paraná que atacou o Nordeste

19 DE ABRIL Governador entrega nesta quarta-feira novas ações em homenagem ao Dia dos Povos Indígenas

8 DE JANEIRO
Por volta das 15h de domingo (8.jan.2023), extremistas de direita invadiram o Congresso Nacional depois de romper barreiras de proteção colocadas pelas forças de segurança do Distrito Federal e da Força Nacional. Lá, invadiram o Salão Verde da Câmara dos Deputados, área que dá acesso ao plenário da Casa. Equipamentos de votação no plenário foram vandalizados. Os extremistas também usaram o tapete do Senado de “escorregador”.

Em seguida, os radicais se dirigiram ao Palácio do Planalto e depredaram diversas salas na sede do Poder Executivo. Por fim, invadiram o STF (Supremo Tribunal Federal). Quebraram vidros da fachada e chegaram até o plenário da Corte, onde arrancaram cadeiras do chão e o Brasão da República –que era fixado à parede do plenário da Corte. Os radicais também picharam a estátua “A Justiça”, feita por Alfredo Ceschiatti em 1961, e a porta do gabinete do ministro Alexandre de Moraes.

Os atos foram realizados por pessoas em sua maioria vestidas com camisetas da seleção brasileira de futebol, roupas nas cores da bandeira do Brasil e, às vezes, com a própria bandeira nas costas. Diziam-se patriotas e defendiam uma intervenção militar (na prática, um golpe de Estado) para derrubar o governo do presidente Lula.

Aristelson Silva com Poder 360

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

2 respostas

  1. I see You’re really a just right webmaster.
    This website loading pace is incredible. It sort of feels that
    you’re doing any distinctive trick. In addition, the contents are masterpiece.
    you have done a fantastic task on this matter!
    Similar here: tani sklep and also here: Najtańszy sklep

  2. Hello! Do you know if they make any plugins to help with SEO?
    I’m trying to get my site to rank for some targeted keywords
    but I’m not seeing very good gains. If you know of any please share.
    Kudos! You can read similar text here: Backlinks List

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *