TRIBUNAL FAZ AS CONTAS: Prefeitos têm prazo de 08 dos 15 dias para apresentar ao TCE diretrizes do Novo Marco Legal do Saneamento Básico

O não recebimento dessa documentação será entendido como inexistência do Plano de Saneamento

Os 223 prefeitos paraibanos estão no curto prazo de 07 dias para encaminhamento ao Tribunal de Contas do Estado da legislação atinente às diretrizes para o Saneamento Básico. No ofício circular (15/2023) em que adverte sobre a não ampliação desse prazo, o presidente da Corte, conselheiro Nominando Diniz, informa que o não recebimento dessa documentação será entendido como inexistência do Plano de Saneamento exigido pelas Leis 11.445/2007 e 14.026/2020.

LEIA TAMBÉM:

BRINCADEIRA PERIGOSA – Ao perder “nos desafios” jovem de Mamanguape também perde a vida ao ingerir bebida estranha

SEGUNDO LOTE DO IMPOSTO DE RENDA: Mais de 50 mil paraibanos serão restituídos no 2º lote do Imposto de renda

De acordo com o documento, o envio deve ser encaminhado por meio do Banco de Legislações (Portarias TC 110128/2023 e 179/2023) no prazo máximo de 15 (quinze) dias improrrogáveis, da legislação atinente às diretrizes locais para o Saneamento Básico Plano Municipal ou Plano Regional de Saneamento Básico, em conformidade com o que estabelece a Lei no 11.445/2007 e a Lei no 14.026/2020 (Novo Marco Legal do Saneamento Básico).

Com essa providência, o TCE-PB procura “resguardar e proteger a aplicação dos recursos financeiros da sociedade mediante a inarredável observância dos postulados da boa e regular gestão pública”, diz o presidente do Tribunal.

Com Assessoria

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *