Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Presidente do Republicanos age para conter rebelião e diz que bancada votará contra PL das fake news

A senadora Damares Alves (Republicanos-DF) disse não entender a urgência para votar o projeto das fake news

“A decisão do Republicanos é votar não ao projeto das fake news”, afirmou Marcos Pereira

BRASÍLIA – O presidente do Republicanos, Marcos Pereira, anunciou neste sábado (29), que a bancada do partido na Câmara votará contra o projeto de lei das fake news. O movimento de Pereira, que é vice-presidente da Câmara, ocorre para conter uma crise na legenda – após a maioria da bancada ter votado a favor da tramitação do texto em regime de urgência – e cria dificuldades para o Palácio do Planalto.

O governo conta com a aprovação do projeto na próxima terça-feira (02). A proposta estabelece a regulação das plataformas digitais e obrigações aos provedores de redes sociais, mas sofre forte oposição das chamadas big techs, como Google e Tik Tok, e também do segmento evangélico.

O Republicanos tem ligações com a Igreja Universal do Reino de Deus e muitos de seus parlamentares são evangélicos. O partido também abriga o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, visto como possível candidato à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2026. A ideia é que Tarcísio seja lançado para aglutinar a direita, caso o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) fique inelegível.

Cabo de guerra
Na prática, a votação do projeto de lei das fake news virou um cabo de guerra entre aliados do governo e oposição. O argumento oficial para que evangélicos sejam contra a proposta é o de que há ali “censura” à liberdade religiosa.

LEIA TAMBÉM:

Em Baía da Traição Vereador denuncia descaso no serviço público de saúde

ARROTANDO DINHEIRO Prefeituras recebem nesta sexta-feira (28) FPM antecipado

“Acho estranha a pressa. Será que querem nos calar durante a CPMI?” Senadora Damares Alves (Republicanos-DF)

Nos últimos dias, o deputado Orlando Silva (PC do B-SP), relator do projeto, fez várias mudanças no texto, na tentativa de conter resistências. Incluiu, por exemplo, um trecho segundo o qual a lei deve observar “o livre exercício da expressão e dos cultos religiosos (…) e a exposição plena dos seus dogmas e livros sagrados”. Além disso, retirou da proposta a criação de uma agência reguladora de supervisão das plataformas digitais, batizado ironicamente pela oposição de “Ministério da Verdade”.

Mesmo assim, a cúpula do Republicanos – que apoiou a reeleição de Bolsonaro, no ano passado – considerou as mudanças insuficientes. Nos bastidores, o partido negocia com o Planalto apoio a um projeto que amplia a isenção de impostos para igrejas.

“A decisão do Republicanos é votar não ao projeto das fake news”, afirmou Marcos Pereira, que também é bispo licenciado da Universal. “Tem de ter, sim, uma regulamentação sobre o assunto (fake news nas redes sociais), mas não esta que está sendo proposta no momento (…). O texto continua ruim”, emendou Pereira, em vídeo postado nas redes sociais.

Centrão
Com uma bancada de 42 deputados, o partido sempre compôs o núcleo duro do Centrão com o PP do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL), e o PL de Bolsonaro. Recentemente, porém, formou um bloco de 142 parlamentares com siglas como MDB e PSD, cada uma delas com três ministérios no governo. Pereira é pré-candidato ao comando da Câmara, em 2025.

A articulação do Republicanos fez Lira montar um grupo ainda maior – o chamado “blocão”, com 174 deputados –, isolando o PT de Lula e o PL de Bolsonaro. Agora, seis deputados dissidentes do União Brasil, partido que integra o “blocão” de Lira, querem migrar para o Republicanos. No grupo está a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, que é deputada licenciada e também entrou com ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para se desfiliar do União Brasil sem perder o mandato.

Daniela pretende entrar no Republicanos, que, nesse caso, poderá fazer parte da base aliada de Lula no Congresso. Atualmente, o partido se declara independente em relação ao Planalto.

A senadora Damares Alves (Republicanos-DF) disse não entender a urgência para votar o projeto das fake news. “Acho estranha a pressa. Será que querem nos calar durante a CPMI?”, perguntou ela, numa referência à Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar os ataques de 8 de janeiro, na Praça dos Três Poderes.

Ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo Bolsonaro, Damares defendeu mais tempo para a apreciação do projeto, alegando que o tema é delicado. “De 2019 para cá, eu tenho sido uma das maiores vítimas do ódio e das ameaças nas redes sociais, mas não posso deixar que a minha dor seja maior que a coerência. Nós temos liberdades e conquistas que precisam ser respeitadas”, afirmou a senadora.

Na avaliação da senadora, as plataformas digitais estão dispostas a colaborar. “Se temos dúvida de que o efeito (do projeto de lei) não é o que esperamos, é melhor recuar e estudar mais o tema. Isso não quer dizer que a gente não terá, num outro momento, que melhorar o que está acontecendo nas redes”, argumentou.

Em nota divulgada neste sábado (29), a Frente Parlamentar Evangélica (PFE) informou que, embora seja composta por integrantes de vários partidos, orientará o grupo a votar contra o projeto das fake news. “(…) A FPE entende que a defesa de suas pautas, ligadas à fé cristã, é inegociável. O parlamentar genuinamente cristão compreende isso e nunca negociará o sagrado direito de garantir a liberdade religiosa e democrática, individual e coletiva conforme preceitua a Carta Magna”, diz a nota, assinada pelo deputado Eli Borges (PL-TO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica.

Aristelson Silva com Vera Rosa

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

4 respostas

  1. Wow, fantastic blog format! How lengthy have you been running
    a blog for? you made running a blog glance easy. The total look of your website
    is magnificent, let alone the content material! You can see similar: najlepszy sklep
    and here najlepszy sklep

  2. This is very fascinating, You’re an excessively professional blogger.
    I have joined your feed and look forward to seeking extra of your wonderful post.
    Also, I have shared your website in my social networks I saw similar
    here: sklep internetowy and also here: dobry sklep

  3. Hello! I’m at work surfing around your blog from my
    new iphone 3gs! Just wanted to say I love reading your
    blog and look forward to all your posts! Carry on the outstanding work!
    I saw similar here: Najlepszy sklep

  4. Hi my friend! I want to say that this article is awesome, nice written and come with almost
    all important infos. I would like to peer extra posts like this .
    I saw similar here: Najlepszy sklep

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *