Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

CARGA VIVA – TSE condena ex-secretário de cidade do Sertão por transporte irregular de eleitores

O crime foi durante as eleições municipais de 2020.Joselito Bandeira foi acusado de transportar eleitores, no dia da votação, do município de São Mamede

Por unanimidade de votos, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral – TSE mantiveram a condenação imposta a Joselito Bandeira de Lucena, então secretário de Educação da Prefeitura de Malta (PB), por transporte ilegal de eleitores no pleito de 2020. A decisão foi tomada na sessão de julgamentos desta quinta-feira (25).

Entenda

Durante as eleições municipais de 2020, Joselito Bandeira foi acusado de transportar eleitores, no dia da votação, do município de São Mamede – PB para votarem em candidato apoiado por ele na cidade de Malta – PB. O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – TRE-PB acolheu a ação proposta pelo Ministério Público ao considerar que o transporte teve clara finalidade eleitoral, o que é proibido pela legislação.

Leia Também:

PROGRAMA FEDERAL – CAIXA paga parcela do Pé-de-Meia nesta sexta-feira (26)

GORDURA NO FÍGADO – Como resolver este problema melhorando hábitos alimentares e saindo do sedentarismo

COMPARAÇÃO – Deusdete comparou governos de João Azevêdo e Ricardo Coutinho: e “10 vezes mais investimentos no atual governo”

O relator

Como relator do caso, o ministro Floriano de Azevedo Marques julgou correta a decisão do TRE. “Ficou claro que o transporte oferecido buscava obter votos para a candidatura do prefeito apoiado pelo secretário, uma vez que havia farto material de propaganda eleitoral no veículo em locais de fácil acesso aos passageiros”, afirmou o ministro.

Floriano de Azevedo Marques disse que uma mudança de entendimento no caso só seria possível a partir do reexame de fatos e provas, o que é vedado em recurso especial, conforme previsto na Súmula n° 24 do TSE.

TSE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *